Ao que parece, o nome de Wander Azevedo para presidir a CEB deve ter ido para o limbo. Há duas semanas ele havia sido indicado pelo governador eleito Ibaneis Rocha, conforme divulgou vários sites de notícia. Mas nesta semana o cenário já não é mais o mesmo.

O nome que aparece agora como futuro presidente da CEB é Edilson Antônio Costa Britto Garcia, 57 anos, que atualmente preside o INSS por nomeação de Michel Temer e indicado pelo líder do governo no Congresso, André Moura (PSC-SE), que é réu no STF e acusado de tentativa de homicídio.

A indicação de Garcia, que circula em vários sites de notícia, é confirmada pela equipe de transição de Ibaneis.

Garcia é advogado e procurador federal da Advocacia-Geral da União (AGU) há 30 anos. Ele já foi superintendente e presidente da Associação de Investidores do Mercado de Capitais e chefe de gabinete do vice-ministro da AGU.

Também já foi secretário de Planejamento de Mato Grosso, procurador-chefe do IPEA, conselheiro na OAB-DF e no Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional.